A FALSIDADE COMO BASE DE UMA VITÓRIA INJUSTA

17 Rogo ao Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê um espírito de sabedoria que vos revele o conhecimento dele; 18 que ilumine os olhos de vosso coração, para que compreendais a que esperança fostes chamados, quão rica e gloriosa é a herança que ele reserva aos santos, 19 e qual a suprema grandeza de seu poder para conosco que abraçamos a fé”.  – Efésios 1, 17-19.

Como resultado de minhas reflexões, após alguns atendimentos de direção espiritual que realizei hoje, dia 20 de agosto, durante o dia, escrevo esse artigo. Ele também serve como reflexão diante de celebrações sagradas, cristãs, em suas épocas mais marcantes no calendário litúrgico. Quero sugerir uma reflexão oportuna que venha a colaborar com nossa santificação e aperfeiçoamento diante de Deus que nos chama a uma vida nova para estarmos diante D´Ele em amadurecimento e conhecimento da fé em Jesus Cristo.

Nosso Deus é o Deus de relacionamentos e não de suporte de vida: muitos se achegam a Ele e às coisas D´Ele para terem o suporte D´Ele nas coisas da vida, no trabalho, nos relacionamentos e demais áreas da existência; alguns até podem abrir Sua palavra escrita para receberem algum suporte em forma de consolação ou orientação mas, quando entendemos quem é Jesus e o que foi Sua missão, vemos que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo é o Deus de relacionamentos. Deus se relaciona conosco e espera que nos relacionemos com Ele, na verdade de nossas vidas.

Nas celebrações sagradas do cristianismo, nas mais diferentes épocas do ano, principalmente nos dias da semana santa, todos são lembrados de que Jesus Cristo foi traído, abandonado e feito o sofredor da falsidade dos sacerdotes judeus para que eles, assim, construíssem sua “vitória” contra a fé em Jesus; no entanto, não conheciam e nem conheceram a suprema grandeza da fé dos que se relacionam com Deus em Jesus. Ainda hoje há muitas pessoas sofrendo com a falsidade. Deus tudo está vendo e traz justiça, a partir do relacionamento que se constrói com Ele.

Que Deus nos conceda a graça benevolente de, a partir do desenvolvimento de nosso relacionamento com Ele, vencermos as falsidades do mundo e experimentarmos uma vida nova, pautada na “gloriosa herança que ele reserva aos santos” e na “suprema grandeza de seu poder para conosco que abraçamos a fé”. Deus tem visto seus sofrimentos e lutas e Ele está agindo para transformar seus abatimentos e derrotas em vitórias não entendidas por você. Construa seu relacionamento com Deus, cuide de sua alma N´Ele, e Ele será a base de suas justas vitórias!  Que o Espírito do Senhor nos guie!

Pela Fé! – Dom Pedro Paulo Teixeira Roque – Bispo Coadjutor de Jundiaí, SP – ICAB. E-mail: dompedropaulo@uol.com.br    –    tel. 19 – 9.9996-0607