A FORÇA DA PAZ

 “27 Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize”. – João 14;27

A humanidade corre hoje atrás da paz, agita-se buscando paz; angustia-se sem ela, mas a busca como o mundo a dá. A paz que Jesus oferece é a paz de espírito, a paz da mente, a paz do coração, a paz de uma vida que transcendeu às forças adversas dos conflitos existenciais. Disse o mestre que nos deixa a Sua paz; a paz de Deus que completa, que tem força, que refaz, que cura, que liberta. A paz que vem de Jesus é a serenidade diante da existência.

Pede-nos o Cristo que não perturbemos o nosso coração e que nem tenhamos medo. Acredito que tenha sido incrível aos apóstolos e às pessoas que conviveram com Jesus o fato de poderem sentir a força da paz que saía dele; uma paz revestida com a força dos remédios que curam; paz fortalecida e dominadora diante dos medos mais profundos. Diante do mar revolto, diante de possessos descontrolados, diante da fúria dos fariseus que perseguiram, diante da dor da morte de Lázaro, diante da angústia da cegueira e da aflição da lepra, diante de ventos fortes que sopraram, Jesus não perdeu a paz, pelo contrário, enviou-a; irradiou-a para as situações que eram de descontrole.

Oremos, pedindo a força da paz:

Deus e Senhor, criador e nosso Pai, santo e fonte de equilíbrio: pedimos diante da santidade de vosso nome manifestada em Jesus Cristo: materialize em nossos corpos a paz deixada por Cristo! Materialize sobre as angústias e conflitos humanos a dominação da paz de Cristo; diante dos ataques desequilibradores do inimigo espiritual, materializai a proteção serena da paz que emana de vosso trono de glória eterna; nos corações endurecidos pela raiva e pelo ódio, pelo descontrole e pelos pecados, derramai os efeitos de arrependimento que a divina paz traz ao homem; sobre os vínculos amorosos do marido e da esposa derramai a unção da paz que fecunda o dom de amar; sobre todas as nossas necessidades humanas que nos fazem agitar em correrias e ansiedades, imperai, Senhor Jesus, com a vossa paz. Que vossa santa paz domine os psiquismos de vossos filhos e filhas e cancele os efeitos dos medos e traga para nós as forças dos remédios da redenção, que curam e libertam nossas vidas de todo mal. Amém!

Que o Espírito do Senhor nos guie!

Pela Fé! – Dom Pedro Paulo Teixeira Roque – Bispo Coadjutor de Jundiaí, SP – ICAB. E-mail: dompedropaulo@uol.com.br    –    tel. 19 – 9.9996-0607