COMO FAZER DISCÍPULOS DE CRISTO

“COMO FAZER DISCÍPULOS PARA CRISTO?”

 

… ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado…” Mateus 28; 19 e 20.

 

Dia desses recebi uma pergunta: “Como devo proceder para fazer discípulos para Cristo? Estou vendo vários canais de TV, programas religiosos, mas não entendo que o conteúdo seja evangelizador, como devo proceder para fazer discípulos para Cristo?”.

 

Entendamos: a palavra discípulo vem do latim DISCIPULUS, que significa aluno, seguidor, estudante. Essa palavra procede do verbo DISCERE, significando aprender; é formada pelo prefixo DIS, que significa fora, mais a palavra CAPERE, literalmente: pegar, agarrar intelectualmente. Discípulo é aquele que aprendeu a guardar! É aquele que foi preenchido com algo que lhe veio de fora, neste caso, com o conhecimento intelectual, racional e também afetivo da pessoa de Cristo. Necessariamente, para fazermos discípulos de Cristo, temos que ensinar as coisas de Cristo, noutras palavras, evangelizar! Evangelizar não é falar de Jesus Cristo; evangelizar é levar, com a ajuda da graça do Espírito Santo, o outro, o/a ouvinte, a entender – biblicamente – quem é Jesus Cristo, portanto, o processo para fazermos discípulos do Senhor Jesus passa, necessariamente, pelo magistério, pela transmissão da mensagem bíblica e apostólica que nos ensinam quem é Jesus. Mas, só pode dar algo, aquele(a) que tem o que dar, ou seja, ninguém dá o que não tem! Eu não posso dar ao outro(a) o conhecimento sobre Jesus Cristo se eu não possuo esse conhecimento dentro de minha estrutura; eu não posso fazer ninguém se tornar discípulo(a) do Senhor, se eu não sou, também, discípulo!

Essa é a pedagogia da graça sobrenatural, concebida pelo próprio Cristo: você só transmite o que há em ti! Por isso é que muitas vezes vemos programas religiosos que não transmitem o conteúdo “Cristo”: falam, falam e falam, mas não ensinam! Fazer discípulo é transmitir o entendimento espiritual e ético de quem é Cristo, mas também ensinar a guardar Esse preciosíssimo conteúdo com a razão da inteligência e com a razão do amor puro! Peço ao bom Deus, Pai de Jesus Cristo, Nosso Senhor, que suscite em você nesta semana, a fome e a sede de entendimento sobre a pessoa real de Jesus Cristo, gloriosamente ressuscitado dentre os mortos e eternamente vivo!

 

Pela Fé! – Dom Pedro Paulo Teixeira Roque – Bispo Coadjutor de Jundiaí, SP – ICAB. e-mail: dompedropaulo@uol.com.br    –    tel. 19 – 9.9996-0607