QUEM PODE SER PADRINHO E MADRINHA NO BATIZADO?

Os padrinhos de um batizando devem ser a imagem da família, pessoas que vivam a fé em Cristo, pois transmitirão o bom testemunho ao afilhado(a)!

 

Quando se é pai/mãe cristão, principalmente de família católica, assim que o casal recebe a graça do(a) filho(a) que acabou de nascer, a primeira preocupação em cumprir a fé, está em fazer batizar a criança. Oriento, pois, com alguns conselhos que podem ajudar a esclarecer esse momento:

Sei que deve ser um momento complicado, pois deve haver uma lista com o nome de amigos, parentes, colegas de trabalho, avós… talvez ainda se queira escolher alguém para essa ocasião, que não seja muito próximo, mas que possa vir a ser… enfim, esse é um momento essencial na vida da fé!

Considere:

A madrinha e o padrinho devem ser pessoas de fé, de fé viva em Jesus Cristo. Não deve ser alguém que seja católico só de nome, mas que seja alguém que ajude aos pais na educação da criança; na educação cristã dessa criança abençoada. Portanto, que sejam pessoas que tenham por hábito o ato de buscar a Deus. Não admita pessoas que você saiba que tenham ligações com outras práticas de fé que até possam negar os princípios de sua fé em Deus. Ore e peça ao Espírito Santo que oriente nesse momento de escolha. Padrinhos que são escolhidos sem critérios, afastam-se dos afilhados com o tempo; só se lembram, se se lembrarem, dos mesmos para dar-lhes uma lembrancinha no natal e talvez um telefonema no aniversário. Padrinhos não podem se afastar!

Para ser padrinho e madrinha devem ser batizados e comungantes; praticantes da fé; pessoas que estejam dispostas a viver a responsabilidade frente ao afilhado e diante de Deus; que faça às vezes de pai e mãe se for necessário; que dê sua presença constante, acompanhada de bom testemunho cristão; que desenvolva vínculos com a família dos seus afilhados; enfim, que assumam de verdade o compromisso espiritual e moral do batizado!

Que os padrinhos entendam, com todo carinho, que este é um ato para a eternidade: nunca mais deixarão de ser o que juraram se tornar diante de Deus; Padrinhos, sejam capazes de transmitir o sagrado para os seus afilhados.

A madrinha é a imagem da mãe, que deve transmitir valores de perseverança em Deus; de oração; de conhecimento da pessoa de Jesus. O padrinho é o guardião da luz do seu afilhado, ele zela pelo bem estar espiritual do seu afilhado e é seu intercessor, a vida toda. Padrinhos são auxiliares do anjo da guarda! Ser padrinho e madrinha de batismo é coisa santa!