RELIGIÃO VERDADEIRA: QUAL É?

“RELIGIÃO VERDADEIRA: QUAL É?”

 

“Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus”. – Mateus 7, 21.

 

É inegável o poder destruidor do sistema religioso que “desde sempre” existiu: ele julga pessoas, manipula consciências, constrói informações religiosas erradas, desvia pessoas de Deus e gera agressões. Pode ser que ele seja o pai e a mãe do que se chama preconceito e discriminação, prova disso foram os ciganos e judeus perseguidos e agredidos por causa de suas etnias e crenças, mesmo motivo que os condenou ao quase extermínio na 2ª Guerra Mundial! Quem duvida de que foram vítimas de preconceito? Certamente por isso, Jesus não foi homem de religião, mas de espiritualidade; não fundou NENHUMA religião, mas deixou-nos Seu Evangelho.

Estudando Jesus não se encontra Nele fundamentação para o sistema religioso manipulador; mas sim uma sublime ética em Seu convite à conversão e a mudança de pensamento e dos rumos da vida de quem Nele crê! Digo isso aos “líderes” religiosos que, no púlpito ou no altar, roubando a Glória de Deus, promovem ignorância quando sua função é transmitir o Evangelho: invertem a verdade em mentira! Cristo tem um recado especial para você que, acreditando ser somente sua religião a certa, abre a boca, inspirado nos fariseus que da mesma forma o fizeram com Jesus, para “ensinar” o povo de Deus a “odiar” seus semelhantes, porque praticam outra religião que não a sua: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus…. Cuidado para não perder sua alma!

Qualquer ministro religioso cristão que se comprometa com sua religião mais do que com Cristo incitando a prática de preconceito e discriminação, dá clara demonstração de que não foi o Espírito Santo quem revestiu o caráter de sua alma, de forma indelével, naquele dia… pelo contrário, o espírito que o tocou não tem nada de santo! O mundo necessita que as religiões se comprometam com o poder espiritual, com a potência do Reino de Cristo, que não está nas religiões, mas nos que guardam o batismo e vivem sua fé na pessoa de Cristo; o resto, o que está além disso, não salva, não justifica e não vem de Deus! Que sua religião seja seus joelhos dobrados diante do Criador; sua alma redimida pelo Cristo Salvador e sua caridade com os que necessitam! Jesus Cristo, a verdadeira religião, nos dê Sua Paz!

Pela Fé! – Dom Pedro Paulo Teixeira Roque – Bispo Coadjutor de Jundiaí, SP – ICAB. E-mail: dompedropaulo@uol.com.br    –    tel. 19 – 9.9996-0607